segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Querem assumir as rédeas ou meter o bedelho onde não devem?


Nas últimas semanas tenho ouvido e lido muitos comentários de torcedores do Figueirense enaltecendo o que dizem ser a retomada do poder, das rédeas do clube das mãos da Figueirense Participações, através do Conselho Deliberativo. Parece que entre parcela dos Conselheiros também há um sentimento parecido, que pode ser comparado aos povos de nações que, a custa de muitas vidas e sangue, conseguem expulsar invasores de seus territórios e recuperar a soberania.

Sinceramente, não compartilho desse sentimento, pois a instituição Figueirense, através do seu Conselho Deliberativo, sempre esteve com as rédeas em suas mãos, jamais perdeu a sua soberania, pois sempre deteve o poder de rescindir o contrato com a FPSA a qualquer tempo, bastando para isso arcar com a irrisória (para os padrões atuais) multa de um milhão de reais.

O que o Conselho não possui desde a chegada da FPSA é poder de gestão, de ingerência na administração do dia a dia do futebol do clube e me parece que tem conselheiro que ainda não absorveu bem isso, e quer recuperar esse poder e todo o prestígio a ele inerente. A declaração recente de Nestor Lodetti de que estava sendo discutido a participação futura do Conselho na "gestão administrativa, financeira e no futebol do clube", não deixa dúvida dessa intenção.

Como já falei em outro post, essa é a porta para a bagunça, o amadorismo, o fracasso. O Conselho fixa regras, fiscaliza e tem e sempre teve o poder de inclusive mandar a FPSA, PPP ou quem quer que seja para a PQP, mas jamais pode participar da gestão.

Para dar um exemplo de como era antes da era PPP, cito um caso que presenciei. Na década de 80 participei de alguns treinamentos nos juniores do Figueirense, já que meu sonho era ser jogador do Figueira, e me chamou a atenção um jogador horrível, um tremendo perna de pau, o pior entre todos da base, mas que sempre era escalado no time titular e então perguntei a outros jogadores porque isso ocorria e todos responderam a mesma coisa, todos deram o mesmo motivo: o cara era filho de um poderoso conselheiro e um dos que mais botavam dinheiro no clube. Os tempos são outros e acho difícil que uma situação dessas volte a ocorrer no clube, mas com a ingerência do CD na gestão do futebol do clube certamente práticas nada profissionais voltariam a ocorrer, até porque houve pouca ou quase nenhuma renovação entre os conselheiros.

Dito isso, no meu entendimento, o que os Conselheiros querem não é recuperar as rédeas do clube, que nunca perderam e sabem ou deveriam saber disso. O que eles querem realmente é meter o bedelho onde não devem.

3 comentários:

  1. você não leu o contrato anterior e o que eles queriam colocar de goela abaixo, porque se tivesse lido não diria essas besteiras.Sem contar que no contrato 1° nada do que esta escrito nas clausulas foi aprovado pelo conselho. O conselho aprovou a gestão do futebol e mais nada. Acrescentaram clausulas sem o conhecimento do conselho.E o presidente assinou sem ler, confiando nas pessoas. Outra coisa se você acha que é meter o bedelho eu pergunto:o que você acha das pessoas serem os mesmos da FP e da diretoria do FFC, ex. vice presidente juridico do ffc é da FP, o conselho fiscal é da FP. etc... você acha isso moral? cadê o vice juridico para defender os interesses do clube? não pode, porque ele é da FP. uma vergonha. Ainda tem gente que defende. Os conselheiros deveriam todos deixar o conselho e entregar para os defensores da FP. deixem estourar tudo, cair para série C, aí verão os defensores quem tem razão.

    ResponderExcluir
  2. Vamos por partes:
    Quanto à proposta da FPSA, fui contra a aprovação desde o começo.
    Se procede o que você está falando, as cláusulas do contrato anterior sem a aprovação do Conselho são nulas e bastaria uma ação judicial para o reconhecimento da nulidade.
    Agora, custo a acreditar que o Presidente do Conselho, um advogado macaco velho, iria assinar um documento tão importante sem ler.
    Quanto às pessoas que você citou, que seriam da FP e da diretoria do FFC, não foram eleitas pelo Conselho?
    Mesmo confirmando tudo isso, não muda o que penso em relação ao papel do Conselho. O problema é que, pelo que você fala, o Conselho não teria cumprido com o seu papel.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. antonio farani22/12/2009 17:33

    Campos nao te conheço mas faço minhas as tuas palavras. Uma coisa eu ate agora nao entendi.A turma do funil (pseudo de oposição )consegue publicar ate documentos oficiais em blogs,mas essa dita carta da FPSA em que ela faz exigencias absurdas ate hoje nao conseguir ler.Só tenho conhecimento atraves de comentarios de coleguinhas blogueiros,que querem ser "assessores de Imprensa" da nova gestão.
    Analisem tambem o contexto que a FPSA esta inserida antes de falarem abobrinhas

    ResponderExcluir

Em vez de comentar como "Anônimo", prefira "Nome e URL" e coloque apenas o nome ou apelido se não possuir blog ou site.

Seguidores