quarta-feira, 10 de março de 2010

A base do Figueirense vai virar o negócio da China para a FPSA

A informação que tenho é que atualmente, enquanto vigora o contrato de gestão, 80% da receita da venda de jogadores da base do Figueira vai para os cofres da FPSA e apenas 20% para o Figueirense, mas acho até razoável, pois a atual gestora tem a obrigação de arcar com as despesas administrativas do clube integralmente, inclusive com a folha de pagamento dos atletas e demais profissionais.
Pelo que tenho ouvido, porém, a FPSA continuaria com esse mesmo direito (80%) após o término da gestão, o que considero um absurdo, pois a partir daí não mais arcaria com tais despesas, talvez no máximo com o salário desses atuais atletas da base, o que é bem diferente.
Ou seja, não teria de arcar com despesas com treinadores, preparadores físicos, manutenção, etc. e na pior das hipóteses arcaria apenas com o salário de tais atletas, mas manteria seu bônus, a enorme participação de 80% dos direitos dos jogadores, intacto.
É ou não o negócio da China?

Mãe Dinah

Não é que a Mãe Dinah acertou a primeira das previsões para o segundo turno e o Ramires foi demitido do Jec antes do término da fase classificatória, como previu?

Um comentário:

  1. FORA PPP E SUA CORJA DA PARTICIPAÇÕES, DEIXEM DE SUGAR SEUS VAMPIROS.

    ResponderExcluir

Em vez de comentar como "Anônimo", prefira "Nome e URL" e coloque apenas o nome ou apelido se não possuir blog ou site.

Seguidores