quarta-feira, 9 de março de 2011

Porque, afinal, Márcio Goiano caiu

Foto do Blog do Cacau
Passados dez dias da queda de Márcio Goiano, muitas pessoas ainda se perguntam qual o real motivo da sua saída. Pressão de parceiro do clube? Perda da final? Não escalava os preferidos da Diretoria? O resultado em campo não foi satisfatório? O comportamento, o método de trabalho do treinador não era adequado? Bateu de frente com a Diretoria, ao cobrar contratações após a perda do título? O que causou a queda de um treinador vitorioso e com o aval da torcida?

Pressão de parceiro do clube: segundo o próprio Márcio Goiano, este teria sido o principal motivo para a sua queda. Acredito que tenha havido pressão e vai continuar havendo e que pode ter contribuído para o desfecho final, mas não penso que isso tenha sido determinante para a saída de Goiano. A não ser que nosso Presidente seja um pau mandado, uma rainha da Inglaterra, um laranja, o que não acredito.

Perda da final: a simples perda da final não seria motivo para demissão para diretoria alguma, por mais amadora que seja. Nem a do Jec, a mais amadora de todas, ousaria demitir um treinador por ter perdido um título, com o time jogando bem a maioria das partidas.

Não escalava os preferidos da Diretoria: Um dos motivos alegados por Nestor Lodetti, segundo Roberto Alves, para a demissão de Goiano, seria que o mesmo insistia com certos jogadores que não agradariam a Diretoria. Esta foi a explicação mais desastrosa que vi. Então acabaram de montar um elenco para 2011 e nele há jogadores que devem ser escalados e outros não? É o fim da picada. Uma diretoria profissional deveria trabalhar justamente pelo contrário, ou seja, para que nenhum atleta seja discriminado. Isso é coisa para ser dita por um torcedor, mas jamais por um presidente, por mais amador que este seja. Mas pode ser incluída nos descontentamentos gerais da Diretoria, mas não como causa determinante.

O resultado em campo não foi satisfatório: O cara pegou um time desacreditado, fez esse time jogar, conseguiu o principal objetivo do ano passado, que foi o acesso à Série A, teve um bom desempenho no Catarinense deste ano, perdendo a final numa tarde infeliz, e o desempenho não foi bom? Esse não pode ser o real motivo.


O comportamento, o método de trabalho do treinador não era adequado:  Não era segredo para ninguém que Nestor Lodetti e sua diretoria não gostavam do Márcio Goiano. Tiveram que o engolir pelos resultados em campo e, principalmente, pela pressão da torcida. Mas Márcio Goiano já estava no clube há mais de um ano e já era muito bem conhecido de todos e com certeza não mudou nada. Se a personalidade do treinador foi o real motivo da demissão, porque  renovaram com ele no final do ano passado?

Bateu de frente com a Diretoria, ao cobrar contratações após a perda do título: Após a derrota para o Criciúma, Márcio Goiano reclamou da falta de opções para certas posições e cobrou contratações da diretoria, o que achei errado, fora de hora, poderia ter sido repreendido por isso, mas não demitido. Porém, Nestor Lodetti, em entrevista que concedeu à CBN,  considerou uma afronta, um ato desleal, e que se fosse preciso faria uma cirurgia. Lodetti considerou as cobranças de Márcio Goiano uma apunhalada pelas costas e enlouqueceu, ficando completamente transtornado na própria entrevista. Na minha opinião, essa foi a causa determinante para a demissão de Márcio Goiano. Não foi uma demissão técnica. Foi totalmente passional. Colocou em prática  o "profissionalismo com paixão", tão comentado quando da mudança de gestão, só que deixando a parte profissional de lado.

Embora o motivo determinante tenha sido a cobrança de Márcio Goiano após a derrota, parece claro que outros motivos mencionados anteriormente contribuíram para o desfecho final, especialmente a antipatia em relação ao antigo treinador, a pressão de parceiros, o descontentamento com uma ou outra escalação, a personalidade forte de Márcio Goiano, a perda do título em casa. Essas questões facilitaram a decisão. Mas tudo isso somado não chega nem perto do motivo determinante, que foi o antigo treinador ter afrontado a diretoria, no entendimento desta. Mesmo com todas as outras questões, se não fosse a entrevista de Márcio Goiano com as cobranças à diretoria,  ele ficaria no cargo, com certeza. 

Márcio Goiano já é passado, mas achei que seria necessário fazer uma análise de sua demissão após um monte de explicações e suposições que rolaram, embora meia hora após saber da queda do treinador eu tenha chegado à mesma conclusão. Acho importante esclarecer a queda do treinador até para saber o que se esperar desta diretoria e do futuro do clube. E o futuro, no meu modo de ver, é preocupante.

8 comentários:

  1. Se sofreram com a personalidade do Márcio Goiano, vão sofrer também com a de Jorginho. O cara era quem realmente mandava dentro da Seleção Brasileira, desde uma simples entrevista até no jeito de jogar do time... Aqui não vai ser diferente, se quer contratação ele vai pedir, por mais que seja amiguinho do Uran.

    ResponderExcluir
  2. "Mesmo com todas as outras questões, se não fosse a entrevista de Márcio Goiano com as cobranças à diretoria, ele ficaria no cargo, com certeza."

    infelizmente, poucas pessoas tem acesso às reais informações.. tudo que eles queriam era um simples deslize, e eu não considero o que o Goiano falou como um! Primeiro porque eu acho que ele tampou o sol com a penera por muuuito tempo sem reclamar e pedir jogador, e até onde eu sei, logo após a pré temporada ele falou que o elenco era limitado e que precisaria de reforços, o que aconteceu? ignoraram ele!
    Até onde eu sei na reunião que ficou decidida pela demissão estavam presentes Lodetti, Marco, e mais 2 que não me recordo o nome, uma reunião que muitos diretores sequer sabiam e que logo após ligaram para o Goiano para confirmar se era o verdade o que diziam por ai, indignados com a situação!
    Então minha gente, se boa parte da diretoria não dá pitaco nas decisões dos nossos sábios quem somos nós reles torcedores?

    ResponderExcluir
  3. Douglas Plásio Schmitt10/03/2011 09:30

    Pois eu não acho nenhum descabimento as citações do Goiano após do jogo. Ele falou a mais pura verdade, já havia sido expressado muitas vezes por parte dele, sobre a deficiencia do elenco em certos setores(lateral e principalmente no ATACAQUE) e nunca foi atendido. E por mais que na final, de um modo geral todo o time encontrava-se apático, não podemos negar que improvisar jogadores em posições que não eram suas e a falta de alguém que meta a bola pra dentro em uma plena decisão, faz falta para qualquer time.
    O dr. Todo Poderoso Lodetti, o dr. Quase Dono do Figueira Uran e seus amiguinhos esperavam apenas um deslize para mandar o Marcio para as cucuias, não o haviam escurraçado ainda por falta de pretextos e justificativas.
    Parabéns a diretoria pelo exelente trabalho e por escutar o seu torcedor!! ;/

    ResponderExcluir
  4. Olha, falar sinceramente, o ató do marcio goiano, de contratar jogador acho que não foi O correto, tendo base do time do ano passado, ele deveria ter pedido os jogadores antes do catarinense e pedido jogadores que ele quer, MAAAIS, contratarão jogadores que a DIRETORIA Quer, porem acho errado oque o marcio goiano fez, acho que deveria ter pedido na janela .

    abr.

    ResponderExcluir
  5. Vcs acham que o Dunga iria querer como auxiliar durante os 4 anos em que esteve no comando da Seleção Brasileira ( 2006 a 2010 ) alguém que tivesse um conceito diferente de futebol em relação ao dele ? Jorginho é pragmático, burocrático, o sonho dele é ser técnico na Alemanha, país que tem uma seleção tricampeã do mundo mas com um futebol chato, sem magia... Ainda se quisesse ser treinador na França, Espanha, Holanda, países que ao menos tem no toque de bola uma característica marcante... Mas não ele gosta do estilo alemão de jogar... Aos poucos o Jorginho vai minar o futebol bonito, envolvente, agradável, ousado, ofensivo, jogando no campo do adversário aonde quer que seja, arriscando com qualidade e convicção... Perdeu a decisão ? Ok, foi um jogo a parte, o Criciúma tomou café da manhã, almoçou, jantou, dormiu, foi ao banheiro co os vídeos do Figueirense durante a semana decisiva. Só que o potencial do Criciúma termina ali, jogaram no limite. Nós não, o Figueira tem ( ou tinha porque o Jorginho vai mecanizar o time )muito mais a mostrar, a evoluir no segundo turno e durante o ano... A cirurgia que o Nestor Lodetti deveria fazer é com ele mesmo... Que tal uma enquete com a torcida do Figueira : Você quer Nestor Lodetti ou Márcio Goiano ? A torcida tem de colocar esse protótipo de presidente aonde ele merece.

    ResponderExcluir
  6. Taí Rodrigo, aceitei a proposta. A enquete está no topo, acima do título da postagem. "Quem deveria ter saído do Figueirense? 1. Márcio Goiano 2. Nestor Lodetti". O resultado até já sei, mas vamos lá.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Bruno Pierri11/03/2011 02:29

    Uma pena termos, nós torcedores, de passar por isso.
    Quando da transição, muito se falou sobre amor, comprometimento, transparência e a necessidade de colocar o Figueirense e seu torcedor sempre em primeiro plano.
    Pois bem, e agora? será que tudo o que foi dito virará somente papo de político em época de eleições?
    O fato é que hoje, a imensa e apaixonada torcida alvinegra se sente traída e apunhalada por aqueles que deveriam ser os maiores colaboradores de nosso clube... nossos dirigentes.
    Não me recordo, sinceramente, na minha recente história dentro do futebol de um treinador brasileiro que tivesse tanta ligação e aceitação com o torcedor de seu time.
    Marcio Goiano era à beira do campo tudo o que representa nossa torcida, que é a vontade de vencer, convencer e crescer junto com o nosso Figueirense.
    Por quaisquer que sejam os motivos de sua demissão, todos serão banais, sem embasamento qualquer, para não dizer ridículos.
    Indelizmente o clube se encontra hoje na mão de dirigentes (dirigentes mesmo, aqueles que comandam, dão os votos decisivos... para não dizer raros) completamente amadores.
    O torcedor segue indignado, e siceramente, nao aceitará o Jorginho como treinador, a não ser que ele ganhe o mundial interclubes do proximo ano. Não adianta teimar, o Goiano esta marcado no coração do torcedor, que se sentiu traído pelo que foi feito ao nosso capitão e com a nação de torcedores.
    Nos resta agora torcer, porque a nós, simples e réles torcedores, só nos resta torcer (e muito!!!)
    Saudações alvinegras
    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Bruno, infelizmente o que foi dito na época da transição não passou de promessa de político e dos piores políticos. Na questão da transparência, por exemplo, isso já ficou muito claro quando Lodetti foi eleito. Foi a primeira eleição sigilosa da história do clube, e isso numa épocaque conta com toda essa tecnologia facilitando a comunicação/divulgação.
    Quanto à demissão do Goiano, concordo. Foi a decisão mais absurda que presenciei na minha vida, não só no futebol.
    Abraço

    ResponderExcluir

Em vez de comentar como "Anônimo", prefira "Nome e URL" e coloque apenas o nome ou apelido se não possuir blog ou site.

Seguidores